José Tadeu Alves
Arte é movimento, sua alma está em chama, então você cria...
Capa Textos Áudios Fotos Perfil Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
O dia de Ontem
Ontem, a lua não veio...
Creio que se escondeu
em algum cantinho do céu.

As estrelas também não brilharam
por um longo pedaço da noite.
Esconderam-se todas.

Havia um silêncio no tempo
até o vento soprava mais brando,
com que quisesse mussitar
segredos pelo ar...

Não o ouvi,
uivante como de costume,
pelas noite frias de junho.

Notei pela manhã,
que o sol também parecia
tímido, e de olhar ardente.

Parecia mais jovem,
agia de forma diferente
parecia refletir o dia de ontem.

Realmente.
Ontem foi um dia
desses que  a gente para.
É um dia misterioso...

Até mesmo os pássaros
ficaram quietinhos em seus ninhos,
tecendo um embalo doce,
ou talvez,
planejando um novo ninho.

Eu que me encontrava pensante,
com o meu inteiro amor,
ainda pulsante,
me distraí, por instantes...


Que este dia,
era dos amantes;
dos amores declarados...
Então me lembrei,
Que era o dia dos namorados










José Tadeu Alves
Enviado por José Tadeu Alves em 14/06/2010
Alterado em 14/06/2010
Comentários